Sabe aquela vontade de mudar?

Ele passou dias difíceis no trabalho e na vida pessoal. Estava cansado de ser simplesmente aquele cara que não dizia o que queria. Acordou aquela manhã de um jeito diferente.

Lembrou daquele filme em que o personagem dizia não para tudo: oportunidades, saídas, conhecer pessoas novas…

O caso dele era pior. O cara do filme pelo menos dizia não porque não queria mudar. Já ele, não dizia nada, não fazia nada. Espremia seus desejos e inquietudes.

Mas naquele dia, foi diferente.

Teve um sonho estranho. Que a vida estava passando cada vez mais rápido e a idade avançava cada vez mais. Lembrou daquela menina da faculdade que sempre foi afim. Toda extrovertida, carismática e linda por seu jeito de ser.

– “Como será que ela está? Será que está solteira? Feliz?” – ele pensou

Ele não conseguia lembrar porque nunca a chamara para sair antes. Não tinha motivo. Teve como recordação apenas aquele dia em que foram para a porta do boteco acompanhar os amigos fumantes. Ela estava ali sozinha no canto por um momento, enquanto a amiga fora ao banheiro. Aquela era a deixa para um convite!

Lembrou que trocara seu número de telefone com ela porque fizeram um trabalho juntos. Decidiu ligar! Falar sem medo o que sentira aquela manhã e que aquilo poderia mudar seu caminho. Mas como falar isso?

O telefone toca e ela atende. Por sorte, ela ainda tinha o telefone dele gravado na agenda:

Ela: Oi! Nossa, quanto tempo.

Ela atende surpresa

Ele: Pois é! Tudo bem com você?

Ela: Tudo e você?

Ele: Tudo também. Queria falar com você.

Ele já começava a suar frio. Mas aboliu a possibilidade de desistir.

Ela: Aconteceu alguma coisa?

Ele: Aconteceu sim. Acordei diferente hoje e queria te falar algumas coisas.

Ela fica meio confusa e até com receio, mas se cala para ouvir o que ele tinha a dizer.

Ele: Você deve estar pensando o porque que eu te liguei assim, do nada, depois de 4 anos de faculdade e mais alguns que se passaram, né?

– “Mas é óbvio, né?” – ela pensou

Eu só queria te dizer que eu sempre gostei de você, mas tinha receio de te chamar para sair e você não querer. Sei que nada me garante que você vá aceitar agora, mas hoje, quando acordei, escolhi um caminho diferente para a minha vida. Tive um sonho que realmente me mudou. Eu já era um idoso, triste, sozinho e arrependido por coisas que não fiz na minha juventude. O tempo passou em segundos. Acordei desesperado! Lembrei de você na hora, pois você é uma pessoa que eu queria estar ao lado, sabe?

Decidi mudar!

Ela começa a ouvir mais interessada.

A partir de agora, se eu gostar de alguém, eu demonstrarei. Se eu amar alguém, eu direi que a amo! A vida está aí, repleta de oportunidades e possibilidades e às vezes, simplesmente as ignoramos por medo da rejeição ou que as coisas não deem certo. As pessoas se bloqueiam e passam vontade em tudo. Eu era assim e cansei dessas barreiras. Não quero mais perder oportunidades, nem passar vontades.

Aquele friozinho na barriga começa a surgir nela.

Quero comer o que quero, quero beber o que quero, quero sair quando eu quiser e estar com quem eu quiser. Se algo não der certo, terei a consciência tranquila, pois pelo menos tentei. Que fiz alguma coisa sendo eu mesmo, sem receios e medos, porque sei que cada decisão que vier lá de dentro, pode ou não ser um caminho para a felicidade.

Então, cansei de não agir! A vida é boa quando queremos que seja boa. E é isso que farei. Vou dar início a essa nova fase de felicidade e quero que ela seja com você ao meu lado. Pode até não dar certo, tudo bem. Mas pelo menos, te garanto boas risadas.

Ela fica emocionada e ao mesmo tempo, sem palavras. Esperou muito tempo para ouvir aquele convite que nunca aconteceu. O engraçado é que ela sempre se interessou por ele, mas também nunca o convidou.

Ela percebeu que ela era do mesmo jeito, e a mesma sensação que ele teve naquela manhã, ela teve com a ligação.

Então um sorriso se abre no rosto dela.

E então, ele continua: Enfim, desculpe pelo choque. Acho que falei demais. Na verdade eu só queria te perguntar uma coisa.

Ela: O que?

Ele: Sai comigo?

O que acontece depois, fica pela sua imaginação 😉

Não importa se foi por ligação, por mensagem ou pessoalmente, nem se passou muito tempo ou o que acontece no final. A vida é uma só e não vale a pena ter medo do não.

Nunca é tarde para viver o que se quer viver!

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)