Resolvi contar essa história,
De uma maneira um pouco diferente.
 
Isso não é um poema,
Muito menos uma crônica.
É a história de um casal,
Só não os confunda com “Eduardo e Mônica”.
 
Quando ela o conheceu.
Não eram nada parecidos.
Mas o acaso os juntou,
E logo se viram comprometidos.
 
No começo foi estranho.
Eram muito diferentes.
 
O tempo foi passando,
Eles foram se conhecendo.
Ganharam força,
E juntos foram crescendo.
 
Como um fã de rock, nas festas ele só pedia:
– “Toca Raul!”.
Hoje ele a acompanha no sertanejo,
E até se ajoelha quando toca Boate Azul.
 
Ela, fã de música brasileira,
Agora se emociona com John Legend cantando “Glory“.
Ele a zoava por ouvir Justin Bieber,
Hoje pergunta se “is it too late now to say sorry“?.
 
Ele não sabia o que é estar “tranquilo e favorável“.
Ela se perguntava de onde aquele cara veio.
Hoje ele ouve aquela playlist de funk,
No carro, em casa e até no chuveiro.
 
Ela, mais noveleira,
Nunca vira um filme do Tarantino.
Ele, mais do Netflix,
Não sabia quem foi Pedro, muito menos Bino.
 
Mas o mais importante,
Eles não sabiam.
Combinavam perfeitamente,
E não descobriram antes, porque não cediam.
 
E tem aquela lenda que ouvi de um sonhador,
Que o presente está carente de amor.
 
Simplesmente não concordo,
Acho que ele estava errado.
O amor está presente,
As vezes ele só é ignorado.
 
Somos todos diferentes.
Lembrem-se desse casal.
 
Tiveram dificuldades,
Mas se deram uma chance.
Insistiram no amor,
E aquilo não foi só um lance.
 
Não mude para agradar o outro,
Porque uma hora isso vira turbulência.
Apenas se abra para o novo,
E você não perderá a sua essência.
 
Esse é o segredo da vida.
Ter um relacionamento que condiz.
Se dê a oportunidade de conhecer uma pessoa,
E assim saberá, que um dia você também pode ser feliz.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)