Ciúme. Ahh palavrinha maledeta que assombra grande parte dos relacionamentos, não? Mas espera, ter ciúme às vezes é bom. Demonstra que a pessoa gosta de você, se importa e não quer te perder. Ela quer você próximo a ela, o que não tem nada de ruim se vocês estão juntos.

Mas e quando o ciúme é exagerado?

As coisas se complicam e na maioria dos casos, tudo começa nas tão queridas e viciantes redes sociais.

– “Quem é aquela menina que está junto com ele na foto?” (lembrando que a foto é de 2011, quando a pessoa usava aparelho fixo com borrachinhas coloridas).

– “Quem é essa menina que curte todas as suas fotos? Pelo amor de Deus, se você postar uma foto sentado na privada, essa menina vai curtir também!”.

A coisa vai piorando quando você se pergunta onde a pessoa está e ela demora para responder as suas mensagens. Parece que cada segundo são 7 horas. Você olha para o celular a todo momento e nada de aparecer a porra do “digitando” no Whatsapp. Mas calma que tem como piorar:

Quando a pessoa fica online e não te responde.

Aí o bicho pega, o bicho come e quer matar. Te sobe uma agonia e uma raiva de outro planeta. Te bate um desespero e vem um milhão de pensamentos na cabeça. Então passa um minuto e a pessoa te responde. Surge o alivio, mas a insatisfação continua.

Você até usa a ironia e o sarcasmo para camuflar o que está sentindo – porque você não pode usar uma arma ou um bastão de baseball na hora – e mesmo assim, é capaz que a outra pessoa não entenda o que fez de errado.

E não adianta esconder o passado.

Se você é ciumenta(o), você vai investigar TUDO. Não adianta a pessoa apagar fotos e descurtir páginas. Você vai encontrar alguma coisa que “incrimine”. E quem são as melhores amigas do ciúme? A ansiedade e a imaginação.

Deixe o celular do namorado(a) em paz. Pense que ele é radioativo e não fuce no que não é seu! Você vai encontrar coisas que não quer ver, vai se decepcionar a toa e criar diversas(os) amantes imaginários que podem o que?

Te deixar uma pessoa ansiosa!

Aí você não consegue mais dormir direito, não consegue não parar de olhar para o celular esperando alguma notificação, tudo que você assiste na TV ou ouve na rádio te lembra aquela pessoa. Resumindo: a sua vida vira um inferno e a sua cabeça fica mais cheia que porta de metrô às 17h30 da tarde =)

Se você é uma pessoa ciumenta, diga isso para quem está com você. Exponha o que você sente, o que te incomoda e o que te deixa com ciúmes. Às vezes são coisas bestas que podem ser resolvidas tranquilamente, e por você não ter falado ou se irritado (o famoso pití), aquilo tomou proporções exageradas e causou um stress desnecessário na relação.

Pra que ficar sofrendo por nada? Converse, discuta e principalmente, pegue leve. A pessoa não nasceu grudada com você. Respeite a individualidade dela e também se dê a oportunidade de ter a sua. Saia com seus amigos e não os deixe de segundo plano. São eles que vão ficar do seu lado se algo der errado nesse relacionamento.

Não é fácil, mas uma pessoa ciumenta precisa compreender que ninguém é dono de ninguém. Pare de guardar rancor, crie diálogos e tente manter o equilíbrio. Quanto mais cedo você perceber isso, mais chance terá de ser feliz em uma relação.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)