Você já se perguntou se é feliz?

Essa é uma questão que vem na cabeça de qualquer pessoa aos seus 20 e poucos anos. Queremos fazer tudo, abraçar o mundo em tentativas frustrantes de nos qualificar cada vez mais, para termos mais possibilidades de conseguir cargos melhores, para ganharmos mais dinheiro e assim, sermos felizes. Tudo fica para o futuro, mesmo que a ideia nunca seja pensar assim (e você sabe que é involuntário).

A nossa vida já começa dessa forma.

As pessoas sempre nos dizem que a situação vai melhorar mais para frente e que é preciso ralar para depois alcançar a felicidade plena. Tudo começa no ensino fundamental, quando você olhava aquela galera do colegial podendo ir sem uniforme para escola e matando aula a hora que bem entendessem.

-“Que animal! Não vejo a hora de chegar lá”.

Então, quando entramos no primeiro ano, vem o detalhe que não nos avisaram. A folga era no fundamental e agora precisamos nos preparar para o vestibular. Vem os livros, aulas a tarde, pressão dos pais e de toda a família. Mas mandaram dizer que quando chegarmos na faculdade, vai ser diferente. Festas, independência, talvez morar fora de casa e muita doidera. Só esqueceram das semanas de prova, pressão de não pegar DPs, encontrar um estágio, ser efetivado…

Perceberam onde eu quero chegar?

A coisa vai se tornando uma bola de neve. Se continuar nesse ritmo, a sua vida vai passar e você vai perceber que percorreu todo o caminho buscando algo que sempre esteve ali na sua frente. A felicidade não é conquistada pela eternidade. Ela simplesmente se encontra naqueles pequenos momentos que não queremos que acabem.

Se você duvida, tente lembrar de um momento que foi feliz. Agora se pergunte se esta felicidade dura até hoje com a mesma intensidade. Não né? Por isso, sem perceber, usamos o método da repetição. Saímos com as mesmas pessoas, viajamos para os mesmos lugares, voltamos aos mesmos restaurantes e até vemos os mesmos filmes mais de uma vez.

No fim, o que vale são as memórias. Valorize cada momento de sua vida para extrair o máximo de alegria naquilo que você está fazendo – ou melhor – no que você está vivendo. A passagem por aqui se paga com tempo, e esse é o bem mais preciso que qualquer um pode ter.

Que a felicidade seja a realidade do seu presente, não a esperança do seu futuro.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)