A gente não sabe lidar com a dor até passar por ela, e olha, é uma dor que dilacera a alma e deixa o coração partido em mil pedacinhos. Mas a gente descobre a força que tem pra não desistir de ser feliz, mesmo que por dentro esteja um caos. Pode ter certeza, que esse sofrimento vai amenizando, a ferida vai cicatrizando, e o coração vai batendo com mais calma. Dor de amor, passa. Talvez demore um pouco, ou talvez muito. Mas passa, assim como tudo na vida passa, exceto o que for verdadeiro.

A gente não está preparado pra perder, quando está tão feliz, não é mesmo?! E não é fácil entender os motivos, compreender a situação. A gente se culpa, pensa que fez algo de errado. Mas não é errado amar demais, se entregar demais, se doar para o amor de corpo e alma, não é errado sabe. Mas a gente aprende que nem todo mundo tem a mesma intensidade que a gente, que não é todo mundo que está disposto a mergulhar fundo e desvendar os mistérios do nosso coração, a gente quebra a cara, leva cada tombo, mas vai aprendendo, ah, se vai.

O coração vai se recompondo, a gente vai se refazendo, a vida vai seguindo em frente, porque ela não pára pra gente se reconstruir, não. Ou a gente levanta a cabeça, e segue em frente, ou a gente acaba ficando pra trás, e deixando a vida passar diante dos nossos olhos. E tenho certeza que ninguém quer isso, né?! As lembranças são inevitáveis, aquele brilho no olhar num pôr do sol qualquer, aquele sorriso apaixonado numa noite de luar, aquele sábado de melhor companhia pra curtir, e até aquele domingo no sofá vendo filme. Nada era entediante, tudo fazia sentido na simplicidade.

E se acostumar a não ter mais aquela companhia que te fazia tão bem, que você compartilhava os dias e contava seus medos, não é lição fácil. Desapegar de quem você tanto gostava, é extremamente difícil, mas é necessário. A partir do momento que essa pessoa não faz mais parte da sua vida, nem te faz mais feliz, você só tem duas escolhas: ficar sofrendo e chorando por alguém que não está mais nem aí pra você, ou inverter as posições, ser forte, ser firme nas suas decisões, erguer a cabeça, colocar um sorriso no rosto e deixar que ele vá com toda essa bagagem pesada que de agora em diante não te acrescenta mais nada.

Eu não disse que ia ser tranquilo, mas você vai se sentir muito bem, a partir do momento que se colocar em primeiro lugar, aprender a se valorizar, a se amar, a descobrir o mundo de coisas que tem lá fora e desfazer de todos os nós que te impedem de ser leve. Depois que você passar por todo esse processo de superação e perceber o quanto você tem pra viver, pra sorrir, pra sonhar, o quanto você tem que acreditar em você, sua alma estará serena, seu coração em paz, e tudo voltará a ser como antes de ter conhecido quem simplesmente foi embora. Um pouco diferente talvez, porque você vai descobrir a mulher incrível que é, que você é inteira o suficiente pra não precisar de amores mornos, nem de caras incapazes de transbordar o seu melhor.

Vai com calma, menina, segue com fé, que uma hora tudo se ajeita, seu coração ainda será muito feliz e você será tratada como a princesa que merece. Não tente compreender as coisas que aconteceram, só tenha força para mudar aquilo que te faz mal. A vida é assim, leva embora amores, amigos, mas uma coisa você nunca pode perder, a sua essência, o seu amor, a sua forma de enxergar os dias com esperança, de acreditar que você sempre pode mais, e que não pode deixar sua coroa cair jamais.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)