E essa agora de sermos ultra fitness a qualquer custo, ignorando se realmente estamos nos sentindo felizes com isso?

Primeiro de tudo, ser saudável não necessariamente é comer quilos de salada, parar de beber, de comer frituras, carboidratos, carne vermelha e fast food. Por falar em fast food, na boa, sou da época em que fazer a festa de aniversário no Mc Donalds era o máximo (fora que as crianças não tinham medo do Ronald – pelo menos a grande maioria).

Como assim de uma hora pra outra virou lei ser rato de academia e crime comer hambúrguer de vez em quando? Podemos viver bem com cerveja e pastelzinho de queijo, desde que seja de uma forma balanceada.

O segredo está no equilíbrio.

É difícil, porém mais complicado é deixar de comer totalmente o que se gosta. Lembrando que isso não é uma crítica a quem não gosta de comer “besteiras”, mas sim a quem gosta e deixa de comer completamente, ou ainda pior:

Come e depois fica se martirizando.

Para com isso! Ficar com pesinho na consciência porque escapou da listinha do Dukan? Faça exercícios físicos depois (não exatamente depois – espera pelo menos umas duas horinhas) e está tudo certo. Se comeu besteira hoje, amanhã faça refeições mais leves. Agora, virar escravo de dietas e se privar de uma das melhores coisas da vida, simplesmente não vale a pena. A questão de seguir padrões é grave e preocupante, pois em alguns casos extremos as pessoas deixam de comer para se “encaixar”, e isso pode levar a distúrbios alimentares como bulimia, anorexia, entre outros.

Sai dessa, sério!

De vez em quando, sem medo de ser feliz, abra o primeiro botão da calça depois de tanto comer no rodízio, vá nos festivais de churros, coma aquele temaki depois do treino, devore aquela batatinha com cheddar e bacon, entre muitos outros exemplos. Tenha liberdade de pensar no que você mais gosta, e isso inclui até Whey Protein e batata doce. O importante é se alimentar por prazer, não por obrigação.

Preserve sua vida, se cuide (sendo saudável) e principalmente saiba conciliar quando o assunto são as pratadas. Moderando, dá pra comer tudo que a gente gosta.

Até que se prove o contrário, vivemos apenas uma vez. Pega mais leve nessa geração fitness e seja você a sua maior e melhor influência.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)