“O que há de errado comigo?”

Se você já se perguntou isso, algum dia, esse texto é para você. E eu vou te contar, sob o ponto de vista de um homem, que não há nada de errado com você. Ou talvez até haja, mas não o que deve desconfiar.

Mas vamos chegar lá mais para frente.

Por ser uma pessoa extremamente otimista, sempre procurei tirar lições das coisas ruins que acontecem comigo. Por isso, acredito que quebrar a cara com relacionamentos é a melhor maneira de aprender a ser um melhor companheiro para a minha futura “louca que decidir passar o resto da vida comigo”.

Mas também é fato que, às vezes, olhamos para aquele casal de amigos perfeitos – a lá Marshall & Lily – e pensamos: onde está a tampa da minha panela? Para uns, parece que a felicidade chega mais devagar do que para outros.

Quando gostamos muito de alguém é normal que façamos concessões. Nada a ver com mudança radical de personalidade, abandono dos amigos ou algo parecido. Mas aceitamos certas coisas que não aceitaríamos em outras pessoas. Da mesma maneira que, muitas vezes, inadvertidamente, fazemos com que aceitem certas manias e costumes que temos. Tudo em prol do casal.

Assim sendo, quando um relacionamento chega ao seu fim, é normal que peguemos aquela pilha de lembranças e gastemos horas relembrando e procurando onde foi que erramos. Por que ele me deixou? Por que perdeu o interesse? Porque eu só me envolvo com pessoas que me magoam?

E é nesse ponto que quero voltar ao questionamento sobre “o que há de errado com você”. Acima de tudo, amor é entrega. É entregar-se ao sentimento, ao outro, ao compromisso de dividir e viver uma vida a dois. É colocar em uma bandeja seus segredos mais profundos e confiar que o outro não vai derrubá-la jamais. E se quem estava ao seu lado não é capaz de tal, se age de maneira leviana com a sua entrega, não há nada de errado com você. Você merece alguém melhor do que ele!

Agora, porém, tem o outro lado da moeda. Toda essa história de entrega é muito bonita, mas não é fácil e nem se faz da noite pro dia. É necessário confiar muito para se abrir de tal maneira e, para quem já se queimou uma vez, qualquer aproximação ao fogo já causa pavor.

Por isso, não sei se existe fórmula mágica, mas, quando estiver a só, olhe para si mesma com carinho. Sim, você é linda ao seu jeito. Sim, você é inteligente e interessante. E sim, você também tem defeitos, como todos têm. Converse com aqueles que estão ao seu lado para te ajudar, se apoie na sua família e, mais importante de tudo: seja feliz! A vida está aí para ser vivida e ninguém pode lhe privar disso.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)