Depois de algumas desilusões, a gente dá um tempo. Se afasta de possíveis relacionamentos, cadencia o ritmo do coração e constrói um muro invisível ao nosso redor. Ora suspiramos aliviados pela ausência de pressão e responsabilidade de uma relação, ora enlouquecemos por causa da falta que um abraço apaixonado faz.

Senta aqui. Eu quero conversar com você sobre relacionamento.

Sei que a tua solidão dói e que encarar a vida sozinha não é assim tão fácil. Às vezes o seu mundo desmorona e tudo o que você deseja é o colo de alguém para desabafar sobre o seu fatídico dia, compartilhar suas conquistas ou, simplesmente, ganhar um cafuné. Sei também que o teu coração, o mesmo que por vezes te enganou, agora, não te deixa amar.

Calma, aos poucos tudo se ajeita.

É normal enrijecer os sentimentos, se afugentar por um tempo ou, até mesmo, desacreditar em romances. Fica tranquila. É só uma fase. É apenas sua alma querendo se recompor. Saiba que dentro de você ainda há muito amor. Não se preocupe. É só ter fé e coragem. É só lembrar que o amor é tão maior

Senta aqui. Espera que eu não terminei.

Deixa ser como será. Vai levando assim que o acaso é amigo do coração. Você vai encontrar quando não mais duvidar ou, então, quando não quiser mais procurar um ser verdadeiramente amado a fim de te acompanhar a qualquer lugar que você queira.

E ir pr’onde o vento for.

 

Sim, abusei de Los Hermanos nesse texto. 🙂 Aproveita e escuta ai.

“Abre a janela agora, deixa que o sol te veja..”

 

 

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)