Tá aí um ano que pode ser muito bom. Não só por ele ser ímpar – se alguém ainda acredita também nessa teoria – ou por fazer você perceber que só falta mais um ano para a próxima copa (sim! O tempo voa).

Acredito que este ano pode ser melhor pois todo começo de ano penso nisso. É uma fase de renovação, em que fazemos um grande esforço para deixar para trás tudo de ruim que aconteceu e criar expectativas reais do que pode ser melhor. Porém, não adianta só imaginar. É preciso querer que as coisas aconteçam.

Por conta disso, preparei um texto um pouco diferente do que vocês estão acostumadas a ler aqui. Elaborei alguns pontos me baseando no que acredito que possa ser realmente útil para a organização de metas. Esquece aquelas listas do Buzzfeed (nada contra, muito pelo contrário) ou dos blogs naturebas, tá? Pense que isso é um bate-papo de comecinho de ano em uma mesa de bar.

Imaginou? Beleza, agora vamos para as sugestões:

Primeiro de tudo – Organize suas benditas contas.

Sei que é foda, ainda mais pensando que não fazem nem dois meses da Black Friday, mas isso é possível. Anote em um caderninho o seu salário líquido (pois salário bruto é ilusório, pois com todos os impostos, não é com esse dinheiro que você vai contar no final do mês) e todos os seus gastos fixos. Quando digo “fixos”, me refiro a tudo que você precisa pagar mensalmente, como por exemplo: faculdade, parcela do carro, contas da casa, celular, etc.

Feito isso, some tudo e veja quanto sobra ainda do seu salário (sejamos positivos e esperemos que sobre algo). Deixe uma parte dessa grana guardada em algum investimento, nem que seja na poupança, para alguma compra futura ou mesmo uma viagem, e o restante você usa com seus gastos variáveis, que são aqueles jantares, festinhas, compras no shopping, salão, entre outros.

Fazendo essa mágica simples, te garanto que dificilmente você se enrolará com gastos excessivos que você não previu no começo do mês.

PS: Nunca. NUNCA deixe de checar periodicamente a sua fatura do cartão de crédito.

Crie metas alcançáveis

Digo isso porque a probabilidade de você se frustrar pode ser grande se você traçar metas extremamente difíceis (ex: ser tornar uma milionária em um ano. É possível, mas quem que você conhece que já conseguiu isso?). Pense com o pé no chão e anote tudo no mesmo caderninho das despesas. Liste-os por ordem de prioridade e coloque datas limite, pois assim você estabelece um prazo para si mesma.

Outro ponto importante das metas, é que se não a temos no ano, acabamos vivendo a esmo, sem ter um rumo para as nossas vidas. Sei que é legal não termos rotina e pensar que as coisas vão aparecer, mas a filosofia do “deixa acontecer naturalmente” levada para a sua vida pode ser um belo tiro na cabeça. Corra atrás do que você deseja e se planeje para isso 🙂

Procure estabelecer bons relacionamentos.

Não estou falando só de namoros ou pegadas de finais de semana. O bom relacionamento se começa com seus familiares, amigos, colegas de trabalho, entre outros. Ter um ambiente leve à sua volta vai te facilitar e muito a focar no que realmente importa para você, pois assim não se perde tempo pensando em besteiras e intrigas.

Uma boa dica também é saber aceitar que certas pessoas que você não gosta, infelizmente você terá que conviver. Já que isso é inevitável, tente não se importar ou gastar energia com elas. Fale o necessário, seja uma pessoa política e tchau. Você vai ter que esbarrar com a(o) bendita(o) mesmo. Agora quem você não precisa conviver e sabe que te faz mal, se afaste mesmo. Saiba filtrar e perceber quem agrega, e quem pode atrasar a sua vida.

Cuide da sua saúde e se informe com qualidade.

Sem mimimi nessa, né? Tá fácil. Procure fazer exercícios regulares e não me vem com a dietinha da sopa. Se informe muito bem antes de entrar nessas roubadas. Procure uma nutricionista, converse com pessoas que detém maior conhecimento e que você confia e principalmente, pesquise. A maior fonte de conhecimento sobre o seu corpo precisa ser você.

Invista em si mesma.

Lembra dos objetivos que você anotou lá atrás no caderninho? Pois é, alguns, mesmo que com o pé no chão, são um pouco difíceis, né? Uma possível promoção no trabalho, alguma compra maior ou até uma viagem. Definindo o fim, pense no início e no meio. Por exemplo, que você precisa fazer para alcançar essa promoção? Seria uma pós-graduação? Aprender um novo idioma? Trabalhar com outros departamentos? Faça uma análise completa e bora correr atrás. Isso nada mais é do que um investimento pessoal.

Bom, acredito que seja isso. Poderia listar mil coisas, mas o guia básico para todo mundo acredito que seja esse. Não existe fórmula mágica. Precisamos buscar o que queremos. Sei que infelizmente algumas coisas não controlamos e nem sabemos o que pode acontecer em nossas vidas, mas até lá, ter força de vontade e pensamento positiva não faz mal a ninguém.

Agora coloque tudo em ordem, não esqueça seus momentos de lazer, saiba conciliar e tente organizar tudo direitinho. Se você tiver qualquer dúvida ou sugestão, não deixa de comentar aqui.

Te desejo boa sorte e que venha a vibe boa de 2017 😉

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)