É comum ouvirmos em histórias sobre relacionamentos de que uma das pessoas sempre tem mais ciúme que a outra, o que acaba sendo natural. O problema se dá quando a coisa toma proporções maiores, às vezes por desconfiança de atos do passado, ciúmes de amizades e claro: a famosa insegurança.

Você precisa confiar na pessoa que você está junto!

Se você tem qualquer receio, principalmente se há outras pessoas que procuram a sua parceira(o), converse com ela(e). Entenda qual é o objetivo de cada um e alinhem as expectativas. Sinta se a pessoa gosta de você, como você gosta dela. Se você ver que está tudo nos trilhos, vai fundo.

De que adianta ter um relacionamento por medo de ficar sozinho(a)? Você só vai se preocupar, não conseguir focar no que realmente importa e principalmente, insistir em algo que possivelmente possa fazer com que você desista da sua felicidade.

Primeiramente, invista no amor próprio.

E por último, falando agora falando com a rapaziada sobre a insegurança, ela só resulta ridiculamente no ciúme exagerado, brigas, censura da roupa da sua parceira e até de amizades. Isso não é só ruim para ela, mas para você também. Então, lembre-se:

Se ela gosta de você, não importa quantos gostam dela.

Escrito por: @vinimakoto

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)