Desculpe se essa verdade soar um tanto clichê pra você que é mulher, mas, acredite, não é. Já estamos quase habitando Marte e ainda existem homens que pensam de maneira machista afirmando (ou defecando) que mulher que gosta de transar é puta. Quer saber? Esse cara, sim, é um puta de um babaca e, hoje, o meu recado é direcionado pra eles.

Mulher também gosta de transar!

De dar, de foder, de gozar. E isso não deveria ser surpresa, tampouco causar qualquer espanto. Quem foi que disse que prazer é uma exclusividade do sexo masculino? Quem foi que inventou que mulher que dá no primeiro encontro é vadia? Que ela não pode se masturbar ou, então, que ela não pode desejar?

Ela quer morder levemente os lábios e suspirar quando você a abraçar por trás, encaixando em suas costas, beijando sua nuca. Com os sentidos bagunçados, sentir uma mão acariciando os seios, a outra deslizando pela barriga, por entre as pernas, por baixo da calcinha de renda. Mordidas na orelha, os pelos arrepiando, a respiração cada vez mais ofegante. Ela quer sentir o seu toque e ensaiar gemidos.

Que você beije o saboroso corpo dela por inteiro e a chupe com vontade. Intensidade. Sem nojinho. Sinta o gosto dela em sua boca, repare como ela treme, aprecie ela gemendo. Ela vai retribuir chupando, ficando de quatro, rebolando, sentindo você encaixar devagar enquanto agarra seu cabelo, depois mais forte, pressionando contra o colchão, cada vez mais gostoso, mais intenso, perdendo o fôlego e gozando.

Mas, calma. Respira!

Isso não significa que ela vai dar pra você, tampouco que ela vai te querer. Ela não faz doce. “Não” é “não”. E ponto! Não seja babaca. Não adianta insistir ou, então, manter uma postura ainda mais agressiva (e desrespeitosa). Você precisa entender e, o mais importante, respeitar. Mulher também gosta de transar, sim!

Quando ela quer e com quem ela quiser.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)