Que mulher a pisciana!

Alguns dizem que acaba fazendo tempestade em copo d’água, mas não é bem assim. É preciso conhecê-la antes de cogitar tal julgamento a essa alma interessante que é um poço de sensibilidade e emoções.

Criativa, aprecia as artes. Vai da música ao design, teatro, cinema. É mente aberta e eclética. Não dispensa um bom rolê se está com boa companhia. Só não diga para ela ter pressa. Ela gosta de se sentir bem, mesmo que esteja vestida com uma roupa mais simples.

É autêntica, sincera e generosa.

Acaba às vezes se passando por ingênua, pois não gosta de ver maldade nas pessoas ao seu redor. Gosta de ajudar ao próximo, de sentir o que o outro está passando.

É sonhadora, energia positiva, poesia.

Pode ser uma bela música do Caetano no cotidiano, mas cama – ah na cama – é um conto de Bukowski. Se entrega sem pensar duas vezes. É puro tesão. Puxa cabelo, arranha as costas, fala sacanagem no ouvido, beija, chupa, pede pra trocar de posição, assume o controle e gosta de ser controlada.

Pele com pele, ela gosta do toque. É carinhosa e amorosa. Se gosta, vai de cabeça. Só não fique muito em cima, ou pise no calo dela. Assim como a paixão vem rápido, ela também se vai da mesma forma.

Que mulher. Uma mistura de loucura, estabilidade, insanidade, sentimento e prazer.

Ahhh, as piscianas.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)