Primeiramente, porque crer sempre foi a força que a move adiante. Ela crê em si mesma, na vida e em um destino que não vem por acaso. É construído por suas próprias mãos. Segundo, pois aprendeu que o amor é eterno enquanto dura, e a eternidade é a única coisa que não podemos conseguir em vida.

E o amor perdura para sempre.

O corpo humano não está feito para os anos que poderíamos viver. Então, cada momento vivido é uma letra a mais no epitáfio que ela escreve em vida. E cá entre nós, não vive a vida quem foge do amor.

Ela é porta-voz da paixão e grita de peito aberto aos quatro ventos, mas não por ingenuidade. Todo romance é temperado com uma pitada de tristeza, mas nenhum lugar na vida é mais triste do que uma cama vazia.

A vida é cheia de escolhas duvidosas e se for para errar, que erre amando. O amor é um erro honesto a se cometer. Não há nada no mundo como a sensação de sentir-se amado por alguém. Talvez você seja apenas uma pessoa para o mundo, mas para alguma pessoa você é o mundo.

Ela acredita no amor pois amar é crer no impossível.

*********

Este texto é uma homenagem ao mestre Gabriel Garcia Marquez.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)