Cara, para de apontar defeitos nos outros para justificar suas próprias deficiências. Não torça pelo fracasso do outro, tampouco sinta inveja. Chega de procurar desculpas para justificar o seu insucesso. Queira ser completo.

Não, você não precisa ser formado na escola de gastronomia de Paris ou, então, pós-graduado em engenharia elétrica numa universidade Federal. Mas saiba fazer sua própria comida, trocar a lâmpada, furar uma parede.. tem tutorial no Youtube e, se não tiver, pergunta, procura, seja proativo.

“O comodismo é um mal parasitário.”

O mundo mudou e o nosso papel na sociedade também – precisamos nos reinventar. Ler mais, estudar, pesquisar, evoluir. O nível tá muito baixo! E digo isso com propriedade, afinal, recebo centenas de mensagens de mulheres elogiando (muito) só porque eu escrevo bem.

Que? Pera aí!

Isso não me torna um homão, não. O caminho é longo e falta muito, mas o mais importante eu tenho: vontade. E mesmo que eu (ainda) esteja longe do objetivo, posso te dar um conselho? Queira ser foda.

Trabalhe o intelecto! – Inteligência é afrodisíaca.

Esquece essa história de que homem não tem sentimentos. Demonstra, sim! Aprenda a se expressar. Saiba a enxergar os encantos de uma mulher, elogiar não apenas o corpo, ouvir os desabafos e sentir prazer ao conversar.

Ah! E quanto as mulheres? Não adianta você desejar um homão e no primeiro sinal de carência aceitar qualquer cara para passar a mão na sua cabeça e te satisfazer na cama. Seja foda, menina – e exija alguém tão foda quanto você.

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)