Áries.

Transborda coragem e – mesmo quando teu corpo está tomado pelo medo – demonstra confiança. Impaciente e impulsiva; primeiro faz, depois repara o estrago. Fala a verdade sem pestanejar; sincerona, às vezes, sincera até demais. Seguir ordens? Jamais. Ariana pensa nela em primeiro lugar – e isso não é egoísmo. É que teu instinto foi arquitetado para liderar.

por Felipe Taffarel

          

Touro.

Taurina de coração gigante e estômago também, eu diria que metade dela é amor e a outra é fome – de lanchão e de paixão. Teimosa feito porta, desconfiada mais competente que uma agente do fbi. Ciumenta? “Quem disse isso? Foi tua amiguinha nova? Vai lá com ela, então…” – mas apesar de ser um tanto quanto possessiva, ela não é fria, não, pois está sempre coberta de razão.

por Felipe Taffarel

Gêmeos.

Geminiana não disfarça a empolgação e fala, fala muito, fala demais, fala mais… que o homem da cobra. Cativa com palavras e sabe conduzir uma boa conversa – isso explica tua extensa coleção de amigos. Curiosa tal como uma gata, quer saber um pouco sobre tudo. Imprevisível, não segue as regras impostas pela sociedade. Prende-la? Não. Ela gosta de liberdade, emoção, trocar a direção e se reinventar.

por Felipe Taffarel

Câncer.

Canceriana não vem com manual de instrução, não. Dentro do peito carrega uma montanha russa de emoção, então, não se assuste se ela chorar até soluçar e, depois, gargalhar até doer a barriga. “Dramática? Eu? Como você se atreve?” Ela é excesso, apego, complexidade e muita intensidade – não aceita metade. Conselheira, parceira, família, querida; defende com garras afiadas quem considera (a)miga.

por Felipe Taffarel 

Leão.

Bem-humorada e ótima companhia quando não deseja solidão. A leonina é personagem principal dessa bagunça emocional. Rainha da selva, da porra toda. Criativa, extravasa energia e possui um coração de ouro – disposta a entregar o mundo para quem merecer. Más línguas dizem que, por vezes, é inflexível e egocêntrica, mas ela não liga: está muito ocupada se achando linda (com razão); e se amando.

por Felipe Taffarel

Virgem.

A moca de virgem repara quando falta uma pequena cedilha – detalhista e perfeccionista, analisa tudo e todos; enxerga os defeitos e também as qualidades. Direta e reta, foge de dramas e bota ordem na casinha. “Falsiane? Aqui não!” Persistente, auto exigente e superinteligente – não entrega os pontos e busca sempre evoluir. A virginiana é discreta; sincera; complexa e decifrá-la, sem dúvidas, é um grande desafio.

por Felipe Taffarel

Libra.

Equilibrada; evita sair na porrada – mas nem pense em querer tirar vantagem, pois libriana é a base de justiça e igualdade. Na balança a razão e o coração. Ela? Bota o casaco, tira o casaco, bota o casaco. Passa mais tempo escolhendo um filme na Netflix do que assistindo. Completamente indecisa, não sabe se vai ou se fica. “Indecisa? Eu? Imagina! Não sou, não. Calma. Talvez eu seja um pouco. Bom, sei lá…”

por Felipe Taffarel

Escorpião.

Desconfiada feito uma gata; oferece um mistério gostoso e te protege com um abraço morada mesmo quando teu mundo desaba. Escorpiana é intensa demais. Não se satisfaz com relações “meia boca” – deseja sentimentos verdadeiros e recíprocos; que rasgam o peito por dentro, roubam teus pensamentos e, na cama, a façam gozar. As más línguas dizem que são vingativas, bom… na dúvida, é melhor não provocar.

por Felipe Taffarel

Sagitário.

Sagitariana é a musa do drama. Vaidosa, exagerada, desastrada e sincera; ela é a flecha; o espírito indomável; o furacão. Otimista, faz piada com os problemas da vida e transforma tudo em festa. Respira liberdade e transborda energia positiva. Gente possessiva? Deus me livre! Não quer ninguém pegando no pé, não. Sonhadora, deseja teus pezinhos soltos para viver; explorar – “Você disse viajar? Quero!”

por Felipe Taffarel

Capricórnio.

Capricorniana elabora planos com meticulosidade; traça metas objetivas e trabalha – em demasia; com teimosia – para alcançar teus objetivos. Talvez ela desvie dos teus elogios sinceros e se esconda atrás de uma parede de tijolos invisível. Fria? Não. Ela é realista; discreta e pé no chão; não se entrega tão fácil – mas por baixo daquela blusa há um coração (sim) que ameaça tropeçar quando você sorri.

por Felipe Taffarel

Aquário.

Escritora do próprio roteiro; estrela da companhia; não nasceu para figurar ou, então, seguir regras ditadas pela sociedade. “Desculpa, não sou obrigada!” É que aquariana desborda liberdade; é um mar de rebeldia. Dentro de si conduz eletricidade e idealismo. Quebrar regras? “Quero!” Discordar? “Vamos!” Inclusive mostrei esta descrição para uma mulher de aquário e ela disse sem receio: “adorei, mas não concordo”.

por Felipe Taffarel 

Peixes.

Moça do riso gostoso; enxerga o que ninguém vê; sonha dormindo; sonha acordada. O raso não satisfaz, por isso mergulha fundo – cria teu próprio mundo. Ela sente muito. E mesmo que doa, se doa; acredita no amor e tem muito amor para dar. Criativa, intuitiva e um tanto quanto atrapalhada; às vezes nada na direção errada – perdida; quase se afoga, mas volta, pois ela é como água: se transforma e se adapta.

por Felipe Taffarel

Photo by Sam Manns on Unsplash

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)