O jeito como você me provoca com teu sorriso; me enlouquece com o olhar. A maneira como você se arrepia inteira com meus beijos em tuas costas; minha respiração em teu pescoço. Minhas mãos encaixam em teu quadril. Você abre as pernas; é um convite para tua intimidade; teu universo particular. Meus lábios tocam tuas coxas; por entre tuas pernas. O caminho percorrido por tua delicada calcinha, contornando tuas curvas; é sem dúvidas o momento mais excitante.

Entre quatro paredes somos nós dois em um só. É físico; químico; e também conexão – como se nossas almas se abraçassem; entrelaçassem. Trocando energias; transbordando sincronicidade. Oferecemos carinho e liberdade; estimulamos todos os sentidos; os desejos – e eu desejo congelar esse momento, mas o calor de nossos corpos certamente derreteria o tempo; feito uma fogueira.

Nós somos calmaria e intensidade. Nossos corpos dançam em completa harmonia; fazemos amor feito música: intercalando entre um MPB romântico e um rock mais pesado. Eu te faço gozar; e gozo em você. O jeito como tuas pernas estremecem; teus pezinhos se contorcem quando experimenta uma grande dose de prazer. A maneira como você respira profundamente; e de tão relaxada, adormece; até quase baba no meu peito. Eu assisto você dormir dentro do meu abraço; distribuo um espontâneo sorriso.

Que sorte a minha, penso em silêncio. Fecho meus olhos; e juntos sonhamos – até o dia clarear.

Por Felipe Taffarel
Na foto: Beatriz Feltrin

Gostou? Então compartilhe esse texto com seus amigos do Facebook clicando aqui :)